Pular para o conteúdo principal

Atividades - Brincadeiras - O que fazer com as crianças em casa?




Neste período em que as crianças não podem frequ
entar  a escola ou ir às praças e parques ficamos pensando em estratégias de como tirá-las do celular, videogame ou televisão.
Uma boa alternativa são os jogos e brincadeiras que podem envolver toda a família e criar memórias afetivas e fortalecer os laços familiares.
Nada melhor na vida adulta do que recordar as boas lembranças da infância.
Então aqui vão algumas brincadeiras:

O lobo

Material: nenhum

Brincadeira de perseguição que encanta crianças pequenas. Pode-se usar como esconderijo móveis da casa.
Escolhe-se um participante como o lobo. Os demais contam até 20, em um lugar pré-determinado.
Enquanto todos contam o Lobo corre e se esconde. Quando termina a contagem todos saem à procura do lobo.
Quando um participante descobre o lobo emite um aviso. O lobo permanece quieto até que alguém diga eu vi o lobo. Todos correm e o lobo sai em perseguição.
Quem for pego pelo lobo passa a ser lobo, repetindo a brincadeira.

Bola na parede

Material: bola

Local apropriado: Garagem ou pátio

Os participantes ficam em fila diante da parede. O primeiro da fila segura a bola com as mãos. Ele joga a bola contra a parede. Quando a bola bater na parede e cair no chão quem jogou deve pular sobre ela. Depois de saltar corre para o fim  da fila.

Bola no ar

Material: bola, uma vassoura para cada participante, balde

Marcar a linha de saída e colocar um balde alguns metros de distância. Podem ser formadas duplas ou equipe.
Situar-se na linha de saída, juntar as vassouras e a bola sobre elas. Dado o sinal, os participantes devem levar a bola até o balde sem deixar a bola cair.

Saltando sobre o cavalo

Material: nenhum

Por meio de sorteio ou escolha designa-se quem começará sendo o cavalo. Os demais participantes ficam em fila a uns dois metros de distância.
O cavalo começa a brincadeira agachado. Os demais, em ordem saltam sobe ele pondo suas mãos sobre suas costas, passando sobre ele com as pernas abertas.
Após todos saltarem o cavalo pode se elevar um pouco para dificultar a passagem.


Corrida de revezamento com bola e vassoura.

Material: uma vassoura por participante e uma bola.

Os participantes dividem-se em dois grupos e combinam o trajeto. Cada uma recebe uma vassoura.
Dado o sinal de arrancada, os primeiros saem empurrando a bola com a vassoura em direção ao final do percurso. Se tiver mais de um integrante na equipe deve fazer o revezamento. Será vencedor quem chegar primeiro ao ponto final.

Palmas de papel

Material: uma folha de papel para cada participante.

Os participantes ficam em pé formando um círculo, segurando uma folha de papel entre as palmas das mãos, que são mantidas juntas em sua frente.
Dado o sinal todos começam a aplaudir, com cuidado para que a folha não caia no chão quando as mãos se separarem. Quem deixar a folha cair sai da brincadeira. Termina quando apenas um participante ficar com a folha.

Cruzando o rio

Material: 3 folhas de papel por participante.

Antes de começar a atividade, cada participante recebe três folhas de papel, tamanho A4, ofício. Pode ser jornal, revista. Em seguida, todos ficam de costas contra as paredes da sala.
Para ambientar, explica-se aos participantes que, a partir desse momento, o chão da sala passa a ser uma correnteza da água. Para poder atravessá-la, os participantes só podem pisar em cima de seus papéis, que passam a ser pedras no rio.
Dado o sinal, eles colocam o primeiro papel no chão, pisam nele e põem o segundo na sua frente. Quando colocam o terceiro, deverão recolher o primeiro para repetir o processo.
Se pisar fora do papel deve retornar ao início. Ganha quem chegar primeiro.

Quente ou frio

Material: um objeto qualquer.
Um participante é escolhido mediante sorteio para ser o líder. Este escolhe um objeto sem que os outros saibam qual é.
O líder diz quente quando alguém se aproxima e frio quando estão distante. Se estiver muito perto diz: Está queimando. Cada participante tem apenas uma oportunidade para adivinhar o que está procurando.

Se eu fosse...

Um dos participantes inicia a brincadeira dizendo: se eu fosse ... e acrescenta uma profissão, carpinteiro, professor... eu precisaria de ....
Os demais participantes devem responder o mais rápido possível materiais usados pelo profissional citado.

Mamães e papais

Material: duas vendas para os olhos de dois ou três participantes.

Os participantes dividem-se formando grupos de três pessoas. Um será o pai, outro a mamãe e o terceiro o bebê. Os participantes que são papais e mamães vão de olhos vendados. Os bebês se espalham pela sala, sem que os pais e as mães os veja.
Quando todos estiverem de olhos vendados o bebê começa a chorar sem se mover do lugar.
Cada papai e cada mamãe tenta encontrar seu bebê.
Se tiver mais de um bebê todos devem chorar ao mesmo tempo e cada pai e mãe deve identificar o seu bebê.

O que está diferente?

Escolhe alguém para sair da sala e ser o detetive.
Enquanto o participante estiver afastado, trocam-se alguns objetos de lugar. Ao retornar o participante deve adivinhar o que está diferente.

Quem entrou na sala?

Material: um objeto pequeno para cada participante, exceto um deles.

É escolhido um participante para ser policial. Os demais participantes serão ladrões.
Cada ladrão tem um pequeno objeto. Durante uns vinte segundos, cada um mostra seu objeto.
Passado esse tempo, o policial abandona a sala. Então o ladrão deixa seu objeto pela sala. Os demais escondem os seus entre suas roupas.
O policial retorna à sala e deve localizar o objeto e reconhecer a que ladrão pertence. Os ladrões se movimentam pela sala misturando-se para despistar o policial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sequência didática: Atividades - História João e o Pé de Feijão

 

Projeto: Dia de quem cuida de mim

Tema: Dia da família ou de Quem Cuida de Mim. Publico alvo: Crianças, famílias, Comunidade escolar, Objetivo geral: Propiciar às crianças a continuação da reflexão de sua estrutura familiar e o conhecimento da constituição de outras famílias, refletir sobre o relacionamento entre as pessoas de sua família e as demais pessoas que a rodeiam, oportunizando o respeito e o interesse pelos diferentes grupos familiares. Objetivos específicos: ·         Reconhecer e valorizar os membros da família. ·         Compreender a história de seus colegas a partir de sua própria história ·         Permitir ao aluno vivências que estimulem a fala e expressões corporais. ·         Desenvolver a criatividade através da interação com outros pares, além da sala de aula. ·         Interagir com outras crianças em diferentes faixas etárias, através de brincadeiras. ·         Desenvolver a linguagem oral e escrita. Justificativa:   A família é o primeiro ponto de re

Projeto - Atividades: Meu Pintinho Amarelinho

  Atividades a partir da música: Meu pintinho Amarelinho. Campos de experiencias:  Corpo, gestos e movimentos. Traços, sons, cores e formas. Escuta, fala, pensamento e imaginação. Espaços. tempos, quantidades, relações e transformações. Objetivos: Demonstrar controle e adequação do uso de seu corpo em brincadeiras e jogos. Criar movimentos, gestos, olhares e mímicas em brincadeiras, jogos e atividades artísticas como dança, teatro e música. Coordenar suas habilidades manuais no atendimento adequado a seus interesses e necessidades em situações diversas. Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura, criando produções bidimensionais e tridimensionais. Expressar ideias, desejos e sentimentos sobre suas vivências, por meio de linguagem oral e escrita (escrita espontânea), de fotos, desenhos e outras formas de expressão. Estabelecer relações de comparação entre objetos, observando suas propriedades. Classificar objetos e figuras de acordo com suas sem