Pular para o conteúdo principal

A criança com Dificuldades de Aprendizagem e a escola

 


As dificuldades de aprendizagem são causadas por diferenças no funcionamento cerebral e na forma pela qual o cérebro processa as informações. Crianças com dificuldades de aprendizagem não são incapazes ou preguiçosas. Podem até ter um nível de inteligência similar ou superior à média. O problema está localizado no fato de que o cérebro processa a informação de um modo diferente da maioria.

Segundo estudiosos, não há cura para as dificuldades de aprendizagem. É um desafio permanente. No entanto, as crianças podem progredir e encontrar formas de superar as limitações. Na escola podem contar com professores especializados e terapeutas, além do psicopedagogo. Dificuldades de aprendizagem não são atendidos pelo professor de Educação Especial ou pelo Atendimento Educacional Especializado. É o psicopedagogo que dá o suporte e atendimento aos alunos com dificuldades em aprendizagem.

Desde que nascemos estamos aprendendo. Acredita-se que antes de nosso nascimento há aprendizagem através de conexões neuronais e de genes durante a fertilização.

Auxiliar as crianças com dificuldades de aprendizagem a adquirir confiança tem sido um grande desafio para pais e professores. Sabemos que as crianças aprendem de diferentes formas e m ritmos diferentes. Cabe ao professor criar estratégias e procedimentos que levem a uma aprendizagem adequada e com auto confiança para os alunos, motivando-os à superar obstáculos. A criança precisa de um ambiente seguro, precisa sentir que é aceita naquele espaço. O espaço escolar deve ser estimulante, onde os erros sejam permitidos.

Que a aprendizagem é um processo ou processos, pois não acredito em uma aprendizagem, mas em aprendizagens, que acontece durante toda a vida, não paramos de aprender quando nos tornamos adultos. A aprendizagem não se restringe aos bancos escolares.

O aprender envolve o corpo, o psiquismo e os processos cognitivos, que acontecem num sistema social organizado, sistematizado envolto de idéias, pensamentos e linguagens.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sequência didática: Atividades - História João e o Pé de Feijão

 

Projeto: Dia de quem cuida de mim

Tema: Dia da família ou de Quem Cuida de Mim. Publico alvo: Crianças, famílias, Comunidade escolar, Objetivo geral: Propiciar às crianças a continuação da reflexão de sua estrutura familiar e o conhecimento da constituição de outras famílias, refletir sobre o relacionamento entre as pessoas de sua família e as demais pessoas que a rodeiam, oportunizando o respeito e o interesse pelos diferentes grupos familiares. Objetivos específicos: ·         Reconhecer e valorizar os membros da família. ·         Compreender a história de seus colegas a partir de sua própria história ·         Permitir ao aluno vivências que estimulem a fala e expressões corporais. ·         Desenvolver a criatividade através da interação com outros pares, além da sala de aula. ·         Interagir com outras crianças em diferentes faixas etárias, através de brincadeiras. ·         Desenvolver a linguagem oral e escrita. Justificativa:   A família é o primeiro ponto de re

Projeto - Atividades: Meu Pintinho Amarelinho

  Atividades a partir da música: Meu pintinho Amarelinho. Campos de experiencias:  Corpo, gestos e movimentos. Traços, sons, cores e formas. Escuta, fala, pensamento e imaginação. Espaços. tempos, quantidades, relações e transformações. Objetivos: Demonstrar controle e adequação do uso de seu corpo em brincadeiras e jogos. Criar movimentos, gestos, olhares e mímicas em brincadeiras, jogos e atividades artísticas como dança, teatro e música. Coordenar suas habilidades manuais no atendimento adequado a seus interesses e necessidades em situações diversas. Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura, criando produções bidimensionais e tridimensionais. Expressar ideias, desejos e sentimentos sobre suas vivências, por meio de linguagem oral e escrita (escrita espontânea), de fotos, desenhos e outras formas de expressão. Estabelecer relações de comparação entre objetos, observando suas propriedades. Classificar objetos e figuras de acordo com suas sem